Vai uma saladinha?

Postado por Mariana Monteiro da Silva terça-feira, 24 de julho de 2012


VAI UMA SALADINHA?


Saiba as principais vantagens de se tornar vegetariano. 

Um dos princípios filosóficos do yoga é a não-violência e, por causa disso, muitos yogues se tornam vegetarianos, posicionando-se contra a matança de animais. Quem começa a praticar, muitas vezes, fica em dúvida se deve ou não cortar a carne da dieta. Mas, afinal, é preciso seguir alguma alimentação especial para conseguir melhores resultados com o yoga?
Tornar-se vegetariano é uma opção individual, é preciso ter uma alimentação mais saudável e equilibrada, comer o suficiente e com qualidade. O yoga proporciona uma consciência corporal e isto leva a um estilo de vida mais natural, se a pessoa come muito, isto pesa no estômago, e a prática tem que dar uma sensação de leveza.
Equilíbrio e bom senso são inseparáveis. Entre os benefícios de ser vegetariano, está a estabilidade do peso, e o sentir-se mais disposto. Além da questão da saúde, existe a causa com o aspecto ecológico, o não estar de acordo com a matança de animais.
A dieta ideal é aquela onde há o bom senso. O peixe, o frango, e a carne vermelha são fontes de proteínas, vitamina B12 e outras substâncias que são muito importantes para a saúde e o vegetariano precisa consumir certos alimentos para repôr esta carência. Para quem resolve tornar-se vegetariano, é aconselhável buscar ajuda de um médico ou nutricionista para que seja preparada uma dieta adequada, o ideal é que vá cortando a carne aos poucos e substituindo-a por alimentos ricos em proteínas, como o feijão, certos aminoácidos e vitaminas. Dependendo do caso, é recomendável a ingestão de suplementos vitamínicos.
Esse tipo de alimentação também traz outros benefícios à saúde, quem não come carne tem menos risco de desenvolver doenças cardiovasculares, as dietas vegetarianas trazem resultados positivos para a saúde daqueles que a adotam. 

Vegetarianismo tem contra-indicações? 

Qualquer pessoa pode se tornar vegetariana, até mesmo um bebê, mulheres grávidas e idosos, desde que se tome certas precauções e se tenha uma dieta adequada.
Quem decide cortar a carne, deve buscar orientação e informações através da literatura especializada ou de um nutricionista. A falta de ferro pode se transformar numa anemia e quem decide se tornar ovo-lacto-vegetariano deve tomar cuidado com a taxa de colesterol. Outros são o Ômega 3 e a vitamina B12, essa última encontrada só na carne, por isso, é essencial que o vegetariano saiba o que está comendo e qual é a necessidade diária para não se tornar anêmico ou desenvolver outras doenças.

Quais são os tipos de vegetarianos? 

Ovo-lacto-vegetariano, este grupo consome ovo e laticínios, excluindo apenas do cardápio a carne. 

Lacto-vegetarianos, consomem laticínios e derivados do leite e excluem os ovos, muitas vezes, porque este alimento contém elevado nível de colesterol. 

Veganos, este grupo excluiu qualquer sofrimento ao animal, não consumindo nenhum produto de origem animal, inclusive gelatina e mel. Os veganos vão além da questão alimentar, abstendo-se também do consumo de lã, couro e cosméticos que contenham derivados animais ou que tenham sido testados em animais.

_/\_ Namaste.

QUEM SOU EU?

Minha foto
Mariana Monteiro da Silva
Meu nome é Mariana, sou bacharel em Educação Física pela universidade Uirapuru Superior e pós graduada em Yoga pela FMU.
Meu primeiro contato com a filosofia aconteceu no período da faculdade, e pensei que além de apreciar o yoga como aluna, poderia passar adiante essa filosofia de vida. Ministro práticas há mais de cinco anos.
Sou vegetariana pelos animais desde então, e vejo o bem que fiz não só a eles, mas ao planeta também!

_/\_ Namaste.
Visualizar meu perfil completo

SEGUIDORES